RSS

A imprensa e o Twitter, jornalista pode ter opinião?

30 maio

Em 28 de setembro de 2009 eu publicava neste blog o post “Washington Post cria regras para jornalistas nas redes sociais” , e dizia: “Assim como a Folha de S. Paulo, que recentemente criou algumas regras para o uso de redes sociais e sites de relacionamentos por parte de seus jornalistas, o jornal norte-americano Washington Post também criou o seu próprio regulamento. A ideia, de fato, é a mesma das regras criadas pela FSP“.

A relação “Twitter x jornalistas” volta a ganhar espaço por aqui com a publicação recente do blog Jornalismo nas Américas, A imprensa e o Twitter, jornalista pode ter opinião?  “Jornalistas e meios de comunicação vêm usando o Twitter para ampliar o alcance de seu trabalho, aumentar a interação com o público e se informar. Mas quando tratam de emitir opiniões e comentários – um dos aspectos mais fascinantes da ferramenta – eles enfrentam todo tipo de obstáculo: represália de editores, cancelamento de entrevistas e até demissão”, começa o texto.

O texto relembra casos que ficaram conhecidos no exterior (Newsweek) e no Brasil (National Geographic) e vale a pena ser lido na íntegra por estudantes e profissionais. De fato, há muitas discussões a serem levantadas nisto, e eu prefiro não me estender em demasia. Apenas espero que não haja controles abusivos, incoerentes com a realidade da Internet, por parte da mídia.

Anúncios
 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: